vídeo.

Loading...

domingo, 26 de abril de 2015

Coração.

        O fim do mundo já era pra ser nos anos 2000 e 2012, mas nunca me importei porque ainda assim,  eu era forte. 
Foram tantos desafios, tantos regozijos, momentos inexplicáveis com os quais meu coração bateu, parou, acelerou de emoção, de aventura, de tristeza, de preocupação, de alívio... Eu e ele, sempre um buscando apoiar o outro, afinal estamos no mesmo barco em busca da mesma linha de chegada. 
Sempre confiei no meu coração, ele que me guiava, me transformava e me moldava na pessoa que eu sou. Sempre parte de mim, até mesmo quando a minha mente decidia percorrer outros cantos desse mundo. Não tinha medo, porque no final das contas meu coração por mais cansado que estivesse, ele ainda estaria lá, intacto, batendo. 
A vida não é fácil, o mundo tá cada dia mais assustador, e as coisas têm mudado. O bombardeio moral é grande, impondo goela abaixo coisas que no final das contas acabam afetando a todos. Uns dizem que é bom, outros dizem que é ruim. Cada um escolhe o melhor ângulo para  analisar a situação de acordo com a sua experiência e distinção. 

Me permitiram viver os melhores sentimentos do mundo, a intensidade mais poderosa que existe, a leveza, a inocência de acreditar, o toque, a simplicidade do amar, o medo da perda, a força,  a magia de um conto de fadas. Acreditando com todas as forças naquilo que o mundo muitas vezes dúvida e negligencia. O mundo, em combinação com a vida, também tem a capacidade de acabar com o coração. Desgastando, duvidando, ferindo, atacando, deixando marcas escuras da mesma maneira como o fogo que invade e tem condições de acabar com uma floresta inteira. 

Esqueceram de cuidar devidamente do meu coração e hoje em dia, eu sinto só um vazio grande ... por mais que eu o procure dentro do meu peito, eu não vou encontra-lo onde deveria estar. Perdi ele. Tiraram ele de mim -- se dependesse só da minha pessoa, tudo seria diferente. Mas as vezes não se tem escolha. Tem que buscar força de outros lugares. 

Ainda sinto o meu coração batendo fora do meu corpo, mas eu sei que é só uma questão de tempo-- até que ele pare completamente...

                          

Nenhum comentário:

Postar um comentário